Outros blogs de Terapia Manual

Indicações do tratamento com Mobilização Neural




  • Receba informações de Terapia Manual por email
  • Livros sobre Terapia Manual!
  • Ebooks Gratuitos
  • Grupo de Whatsapp




  • A mobilização do sistema nervoso pode ser utilizada para restaurar o movimento e a elas ticidade deste sistema, promovendo o retorno às funções normais.

    Se formos pesquisar a história, princípios e métodos do alongamento neural já existiam desde 1800 e, progressivamente, foram se aperfeiçoando tanto na teoria quanto na aplicação clínica .

    O sistema nervoso é um tecido muito específico, que possui propriedades elásticas, além de ser contínuo em todo o corpo, onde é envolvido por membranas de tecido neural e conjuntivo em toda sua extensão, permitindo, assim, o deslocamento dos impulsos elétricos gerados no cérebro até as extremidades, como mãos e pés. Com base nestes conceitos, a mobilização neural consiste num conjunto de técnicas de terapia manual que permite realizar uma mobilização e estiramento controlado do tecido conjuntivo circundante aos nervos e do próprio nervo, o que melhora a sua condução nervosa e mobilidade intrínseca.

    A técnica da mobilização neural parte do princípio de que um comprometimento da mecânica do sistema nervoso, envolvendo movimento, elasticidade, condução e fluxo axoplasmático, pode resultar em outras disfunções do sistema nervoso ou em estruturas que recebem sua inervação.

    O tratamento de mobilização do sistema nervoso foi desenvolvido, e continua evoluindo, baseado em observações clínicas e pesquisas experimentais. Embora a técnica de mobiliza ção neural não seja amplamente conhecida, essa ideia de aplicar um tratamento mecânico para o tecido neural não é nova.

    O comprometimento da amplitude de movimento (ADM) pode trazer repercussões diretas na quantidade e na qualidade das tarefas cotidianas realizadas pelo segmento corporal comprometido. A ausência de liberdade de movimento ocasiona, no indivíduo normal, compensações que dificultam a execução des sas atividades.

    As indicações para se realizar a mobilização neural são dor no curso da raiz nervosa, neuropatias periféricas, hérnias de disco, síndrome do túnel do carpo, síndrome do Piramidal, lesões nervos periféricos, síndrome dos escalenos, dores ciáticas e ciatalgias e lombalgias, entre outras.

    A principal indicação da mobilização neural é a rotura das adesões, e seus efeitos fisiológicos são: aumento da mobilidade neural; aumento do fluxo sanguíneo; aumento do fluxo axoplasmático; aumento da condução neural; aumento da eficiência do trânsito de endorfinas; aumento a nutrição do nervo e diminuição da dor.

    Reconhecer os limites de nossa abordagem fisioterapêutica, identificar que não sabemos tudo, e que novos olhares precisam expandir, já o passo mais certeiro que podemos dar.

    Fisioterapia é uma profissão de muito amor, dedicação integral, que envolve todo um cuidado, uma vez que sua maior ferramenta de trabalho é o toque.

    A Mobilização Neural é um método de tratamento do tecido nervoso que utiliza técnicas de terapia manual aplicada pelo Fisioterapeuta com a finalidade de recuperar o movimento ativo e passivo por meio da melhora da elasticidade do tecido. Conheça o curso Mobilização Neural da Voll, que é excelente para saber mais sobre essa técnica. Clique aqui!



    Facilito o seu aprendizado em Terapias Manuais com soluções específicas:



    Comente:

    Nenhum comentário